Compromisso,
respeito
e inovação.

  • 00Dias
  • 00Horas
  • 00Minutos
  • 00Segundos

Quem é o

Schiefler?

Reitor eleito para o mandato (2020-2024) e Professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, desde 1992. Engenheiro Mecânico (1989), doutor pela UFSC em conjunto com a Universidade alemã Helmut-Schmidt-Universität / Universität der Bundeswehr Hamburg.

Ops…

Tudo isso tem no currículo Lattes de Marcos Schiefler! Aliás, muito importante manter o Lattes atualizado, gente. Vou colocar lá no final o link pro currículo do Schiefler, pra vocês analisarem.

Mas aqui o que eu é quero contar uma história, que me lembra de um autor alemão que escreveu algo que o Schiefler fala, que há pessoas que lutam por um dia e são boas; outras que lutam por um ano e são melhores; muitos anos e são melhores ainda; e termina: “mas há quem lute por toda a vida: estes são os imprescindíveis”.

Aqui vai a história de alguém imprescindível para mim.

Isso, do Schiefler – porque somos conhecidos há longa data, então as formalidades abrem mão para uma amizade sólida. Por isso estou apresentando ele aqui.

Primeiro – CÁ ENTRE NÓS!! – vou contar coisas que ouço por ai, pelos pátios, salas e corredores destas 13 cidades, nos diferentes campi da UTFPR .

É muita conversa neste sentido, esse comprometimento e respeito me deixam orgulhosa. Por isso eu sou a melhor pra contar esta história.

Ele chegou em 1992. Professor comprometido, dinâmico, dedicado. Os estudantes os amaram desde o primeiro ano. E eu disse: Oba! É bem disso que eu gosto. Se envolveu logo em diferentes frentes, apoio à gestão, consciência de que o então Cefet-Pr era o seu lugar. Sentia orgulho quando contava aos amigos. Mesmo jovem, logo ficou conhecido por sua pró-atividade e comprometimento.

Em 2005, quando mudei de nome e de natureza, ele estava lá e teve um papel fundamental para que eu me tornasse uma Universidade. A primeira Universidade Tecnológica Federal do Brasil, ele repetia, sorridente. Como ele gosta de mim! Ajudou em diferentes aspectos, como gerente de ensino, estava presente em diferentes frentes, apoiando para que essa transição se desse da forma mais eficiente possível.

De lá pra cá, engajou-se ainda mais para que, além de única Universidade Tecnológica, eu fosse a melhor dentre as instituições de ensino superior deste país. Membro do Conselho Universitário desde 2006, sendo, até hoje, o candidato mais bem votado da história; diretor de campus, em Curitiba, por três mandatos, com um trabalho que gerou o reconhecimento da comunidade. Ele é avaliador Internacional ad hoc pertencente ao Banco de Pares Avaliadores de Engenharia do Sistema ARCU-SUL/MERCOSUL – enfim, alguém capacitado para avaliar outras Universidades é alguém em quem eu posso confiar para fazer o melhor aqui.

Além disso, é meu representante, e com destaque, em instituições nacionais e internacionais – dá uma olhadinha no Lattes dele, é bem completinho – tem feito bonito, mostrando a UTFPR para o mundo!

Chegou a reitor, merecidamente. Neste site, foram reunidas algumas ações, das muitas que ele realizou nessa função. Para mim, todas são importantes, mas hoje, quando entramos em um período eleitoral, eu me sinto orgulhosa porque nesses três anos na Reitoria, Schiefler trabalhou no sentido de eu ser uma Universidade realmente democrática. A eleição para reitor não está mais nas mãos da própria Reitoria, o que era uma vergonha, mas é dirigida por quem deve ser: as entidades representativas de estudantes, técnicos administrativos e docentes, pois, como diz o Schiefler, “a Universidade é formada por pessoas”. E sou mesmo.

E por esta gestão voltada a pessoas, buscando ouvir e levar adiante os anseios, as ideias e, com compromisso e respeito, gerar inovação (veja só, me tornei a Universidade mais empreendedora do sul do país!), que eu declaro, de peito aberto:

Eu sou a UTFPR e Marcos Schiefler é meu reitor.